serv

TDT - Sondas de Monitorização



Mapa de sondas TDT Relatórios Sobre a ferramenta Sobre o projeto Ficha técnica




Sobre a ferramenta



Com o objetivo de dar a conhecer a qualidade do sinal da rede de televisão digital terrestre (TDT), a ANACOM instalou um conjunto de 390 sondas ao longo de Portugal Continental que recolhem informação sobre o sinal TDT (distribuído por via terreste), através do canal 56 (rede de frequência única ou SFN), permitindo avaliar o nível da receção/cobertura e detetar eventuais problemas.

O sinal TDT disponibilizado através de outros canais (rede multifrequência ou MFN) - emissores do Mendro (canal 40), Monte da Virgem (canal 42), Palmela (canal 45), Lousã (canal 46), São Mamede (canal 47), Marofa (canal 48) e Montejunto (canal 49) - que passaram a integrar a rede TDT de forma definitiva1, não é atualmente monitorizado por estas sondas, prevendo-se que venha a sê-lo no futuro.

A informação disponibilizada é sempre referente ao dia anterior, podendo ser consultado o histórico de cada sonda.

A informação relativa à qualidade do sinal TDT é apresentada através de um código de cores. As sondas de medição surgem assinaladas a verde, amarelo ou vermelho, tendo em conta a combinação de duas variáveis:

limiar mínimo de qualidade do sinal de TDT – 19,5 decibéis (valor fixado em normas e recomendações internacionais);
tempo em que a medição do sinal esteve abaixo desse limiar – o tempo admissível para a indisponibilidade do serviço, em termos anuais, foi fixado em 1% (cerca de 3,65 dias por ano) e esse valor percentual, 1 %, foi extrapolado para que diariamente se classifiquem os resultados das sondas de monitorização TDT (1% das 24 horas equivale a 14 minutos e 28 segundos).

A instalação das sondas é idêntica à de uma instalação de televisão em boas condições.





Por decisões da ANACOM de 16 de maio de 2013 e 1 de outubro de 2015.